NACIONALIZAÇÃO DE PRODUTOS: UMA SAIDA EM TEMPOS DE CRISE

Um dos maiores desafios das indústrias, principalmente na atualidade, em que a competitividade é alta e se faz necessário investir sempre em diferenciais e melhorias, é lidar com a questão dos custos referentes aos itens necessários à produção, visto que influenciam diretamente no preço final e nas margens de lucro.

E, em tempos de crise, esta situação pode se acentuar ainda mais: peças estrangeiras, por exemplo, podem tornar a produção muito mais cara em períodos nos quais outras moedas, como o dólar, oscilam ou sobem muito.

Neste cenário, uma importante questão surge como forma de buscar alternativas mais viáveis para manter a qualidade e garantir continuidade das operações sem comprometer o orçamento: como, enfim, reduzir os custos industriais por meio da nacionalização de peças importadas?

A nacionalização permite à empresa maior desenvolvimento

Uma empresa que depende de peças estrangeiras para montar ou confeccionar seu produto corre alguns riscos, como até mesmo ter paralisação momentânea da produção por conta de algum problema na importação ou que afete a matriz fornecedora, além de ficar à mercê da oferta destes produtores.

nacionalizacao-de-produtos-em-tempo-de-crise-2

Sem contar que em momentos nos quais o custo destas peças possam sofrer elevação muito grande, a empresa pode ter até mesmo de recorrer a empréstimos, diminuir grandemente suas margens de lucros ou até mesmo perder clientes. Já com a nacionalização das peças a maioria destes temores é, contudo, dissipada ou minimizada.

Ponto positivo para o fator economia

Vamos imaginar um exemplo de situação que envolva a nacionalização de peças importadas para a indústria: muitas empresas, em tempos de crise, encontram dificuldades não só para manter a produção como também para arcar com as despesas da empresa em geral.

Ao nacionalizar peças, principalmente neste contexto, as indústrias brasileiras abrem espaço para que o desenvolvimento ocorra em maior escala no mercado nacional, permitindo, inclusive, que ao se produzir e não só receber as peças, possa haver melhorias e adaptações nas peças e se trabalhe no aperfeiçoamento dos componentes para determos tecnologia de ponta em nosso território e nos tornarmos mais autossustentáveis em relação à produção, desonerando-a.

nacionalizacao-de-produtos-em-tempo-de-crise-3

Ou seja, peças mais baratas e acessíveis, mantendo qualidade e possibilitando melhor negociação para o cliente final e também redução de custos industriais, possibilitando a continuidade das operações por meio de economia de recursos que permitirá que a empresa continue tendo como pagar as despesas fixas e a remuneração de seus funcionários. Sem contar que, não se pode descartar, a empresa tem possibilidades de se tornar fornecedor no Brasil também e ampliar suas opções de mercado para vencer a estagnação dos negócios ou recessão econômica, visto que quase sempre há concorrentes também importando os mesmos produtos.

Outros benefícios da nacionalização de peças em tempos de crise

Em tempos de crise, uma das estratégias à que as empresas recorrem é reduzir custo e também investigar no potencial nacional para conseguir oferecer produtos mais competitivos. Impulsionar a economia também é outra coisa possível assim.

Por fim, ao se realizar a nacionalização de uma peça, é possível alcançar boa economia e facilidade ao processo de produção, em relação a trabalhos exclusivamente com peças importadas.

nacionalizacao-de-produtos-em-tempo-de-crise-4

Tal redução de custo industrial se dá pelo fato de que a empresa passará a contar com fornecedores locais ou abastecimento próprio para compor sua produção, o que pode reduzir o preço das peças a nível simplesmente de custo (sem o lucro dos importadores), agilizar entregas e reorganizar fluxos de produção (inclusive com maior poder de atender a demandas específicas e/ou sazonais).

Vantagem Competitiva

De quebra, é importante lembrar que esta redução de custo não só favorece a melhoria e crescimento da empresa, podendo, inclusive, investir mais na detenção de tecnologias próprias, como também contribui para um produto de maior aceitação e vantagem no mercado.

nacionalizacao-de-produtos-em-tempo-de-crise-5

É possível repassar maior satisfação dos clientes e custo x benefício aos clientes finais por meio desta prática também e ter, com isso, possibilidade de fechar mais negócios por meio de preços e negociações mais atraentes.

E então, o que você pensa a respeito desta opção para reduzir custos industriais em sua empresa? Ainda tem alguma dúvida? Envie para nós pelos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *